Ver Todos os exames

Sollutio: KRAS

Pesquisa de Mutação no Gene KRAS, Tecido Tumoral


Sinônimos

Análise de mutação do gene KRAS (códons 12, 13 e 61), KRAS mutações, KRAS tecido, sequenciamento mutações KRAS, Painel NGS KRAS

Especialidades

Gastroenterologia | Oncogenética | Pneumologia


Sobre o exame

O gene KRAS é integrante de um grupo de oncogenes  da família RAS (NRAS, HRAS e KRAS). As enzimas produzidas através da tradução desses genes são as GTPases que participam de processos celulares como divisão, diferenciação e morte celular. As variantes no gene KRAS, localizadas nos códons 12,13, 61, 117 e 146, levam à ativação constitucional dessas enzimas, e estão associadas à resistência aos inibidores de tirosina quinase que tem como alvo o EGFR (receptor do fator de crescimento epidérmico). Estas mutações são mais frequentemente encontradas em carcinoma colorretal e em adenocarcinoma de pulmão.

Doenças Relacionadas

Câncer colorretal,, Adenocarcinoma pulmonar.

Produção

Material

São aceitos diferentes materiais: ver Informações Adicionais

Meio(s) de Coleta

Lâminas e/ou bloco de parafina

Temperatura

Temperatura ambiente (18ºC  a 25ºC).

Volume Mínimo

Não aplicável

Método

Sequenciamento de Nova Geração (NGS)

Estabilidade da Amostra

Ambienteindeterminada.

Freezer-

Refrigerada-

Prazo de Resultado*

10 dias úteis

*O prazo tem início a partir do momento que o material chega em nossa área técnica

Realização

Segunda a sexta-feira


Instruções

Preparo

Jejum: Este exame não necessita de jejum ou preparo especial.

Coleta

Amostra coletada através de procedimento médico. O material em bloco de parafina deve ser fixado previamente em formalina o mais rápido possível após a biópsia ou cirurgia. O material enviado em formol deve ter sua fixação preferencialmente de no mínimo seis horas e, no máximo, 36 horas. A adoção desse cuidado e a coleta de amostras suficientemente volumosas do tumor garantem o sucesso do teste. 

O material enviado sempre será analisado por um médico patologista antes da análise do exame. Dessa forma, se o material enviado for insuficiente ou inadequado para o teste, o mesmo não poderá ser realizado, ou seja, é necessário que o tecido tenha células tumorais presentes e em quantidade superior a 20%. Caso seja enviado fragmento de tecido sem análise prévia (biópsia), o material será submetido a exame anatomopatológico.

Transporte e Armazenamento

Transportar e armazenar em temperatura ambiente (18ºC  a 25ºC).

Estabilidade

Ambiente (18ºC  a 25ºC): indeterminada.

Rejeição

Não será aceito lâmina com resina ao invés de lamínula ou material fora das condições citadas acima.

Informações Adicionais

Orientações para MATERIAL de coleta:

  • Fragmentos de tecido fixados em formalina 10%, preferencialmente tamponada, embebidos em parafina;
  • Lâminas de corte histológico (10 lâminas; seção de 5 µm de espessura e 1 lâmina corada pela hematoxilinaeosina (HE);
  • Esfregaços com ou sem lamínula.

Interpretação do Exame

O resultado do exame dá-se pela liberação de um relatório contendo informações sobre a detecção ou não de mutações no gene KRAS, localizadas nos códons 12,13, 61, 117 e 146 e a frequência alélica com que ocorrem.

Restrições-

Documentos para download

Documento

Código


Não encontrou o que precisava?
Fale com nossa equipe e veja como podemos te ajudar


Parceria e Orçamentos

Converse com nossa equipe comercial para condições especiais e parcerias.


Dúvidas e Assessoria

Entre em contato com os nossos profissionais para maiores informações sobre os exames e procedimentos da Sollutio


Garantia de qualidade


Certificado de Acreditação PALC


Certificado de Proficiência em Ensaios Laboratoriais CONTROLLAB


Ensaio de Proficiência - Certificado de Participação


Termo de Responsabilidade Técnica CRBio


Certificador de Regularidade de Inscrição de Pessoa Jurídica CREMESP