Ver Todos os exames

Sollutio: MTPCR

Mycobacterium tuberculosis (TB) - Qualitativo - Resistência à Rifampicina


Sinônimos

PCR para mycobacterium da tuberculose, Resistência à rifampicina, CR para M. tuberculosis e resistência à rifampicina, Pesquisa por PCR Mycobacterium tuberculosis, Detecção por PCR Mycobacterium tuberculosis, Detecção M. tuberculosis resistência rifampicina, Micobacteria por PCR

Especialidades

Infectologia | Pneumologia


Sobre o exame

Mycobacterium tuberculosis (MTB), ou bacilo de Koch, é uma bactéria patogênica Gram-positiva, em forma de bastonete, aeróbia e o agente causador da tuberculose. Apesar da infecção inicial ser pulmonar, podem ser estabelecidos focos de infecção pelo MTB em quase todos os locais do organismo, podendo permanecer viáveis, mas latentes por muitos anos após a infecção inicial.

O exame realiza detecção direta da micobactéria por PCR e identifica se a cepa é resistente ao medicamento rifampicina. A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta principalmente os pulmões. A doença é causada pelo Mycobacterium tuberculosis. A transmissão ocorre de indivíduo para indivíduo através de gotículas oriundas das vias aéreas, durante a tosse, espirro ou fala de um indivíduo com tuberculose. Os sintomas incluem tosse com duração de 3 semanas ou mais, dor torácica, hemoptise, fadiga, perda ponderal, inapetência, febre, calafrios e sudorese noturna.

Doenças Relacionadas

Tuberculose

Produção

Material

Pode variar, ver Informações Adicionais.

Meio(s) de Coleta

Variável conforme o material a ser coletado, ver Informações Adicionais.

Temperatura

Refrigerada (2ºC a 8ºC) 

Volume Mínimo

Sangue total com EDTA: mínimo 2 mL de amostra. | Outros materiais: 2 a 4 mL.

Método

Nested PCR em Tempo Real (Expert MTB/RIF) - Cepheid

Estabilidade da Amostra

Ambiente-

Freezer-

Refrigerada24 horas

Prazo de Resultado*

8 dias úteis

*O prazo tem início a partir do momento que o material chega em nossa área técnica

Realização

Segunda a sexta-feira


Instruções

Preparo

Não é necessário jejum para coleta de sangue

Coleta

Lavado broncoalveolar, líquido pleural, líquido pericárdico, secreção traqueal e brônquica, e biópsia: amostras coletadas por procedimento médico

Sangue: realizar a coleta utilizando o meio(s) de coleta indicado, Após coletar, inverta gentilmente o tubo de 3 a 5 vezes para homogeneizar a amostra e acondicionar corretamente na temperatura indicada.

Escarro: necessário enxaguar a boca duas vezes com água (não utilizar creme dental ou soluções anti-sépticas, Após o enxágue, abrir a tampa do recipiente de coleta, respirar fundo e tossir vigorosamente para expectorar o material,, sem encostar os lábios no recipiente. Após a coleta deve-se fechar bem a tampa do recipiente de coleta e identificar adequadamente

Urina: coletar preferencialmente pela manhã. Coletar o jato médio em frasco estéril. Evitar encher o frasco. Após a coleta deve-se fechar bem a tampa do recipiente de coleta e identificar adequadamente

Transporte e Armazenamento

Transportar e armazenar refrigerado (2ºC a 8ºC)

Estabilidade

REFRIGERADA: 2ºC a 8ºC até  24 horas após a coleta.

Rejeição

Amostras recebidas diferente das condições solicitadas (tubo incorreto, volume de amostra impróprio, fora da estabilidade e/ou temperatura incorreta), armazenamento e/ou transporte em condições inadequadas e identificação inadequada ou incorreta.

Informações Adicionais

Esse teste não identifica a resistência aos outros fármacos, além da rifampicina, para tratamento de tuberculose.

Instruções para MATERIAL de coleta:

  • Escarro, lavado broncoalveolar, líquido pleural, líquido pericárdico, secreção traqueal e brônquica,
  • Urina,
  • Sangue total,
  • Biópsia: enviar em salina 0,9% e cobrir a amostra.

Instruções para MEIOS DE COLETA do material:

  • Escarro: Frasco estéril;
  • Lavado broncoalveolar: Frasco estéril;
  • Líquido pleural: Frasco estéril;
  • Líquido pericárdico: Frasco estéril;
  • Secreção traqueal e brônquica: Frasco estéril;
  • Urina: Frasco estéril;
  • Sangue total: Tubo EDTA (enviar no tubo primário, não aliquotar)
  • Biópsia: Frasco estéril e Salina 0.9%.

Interpretação do Exame

Detectado: presença do patógeno e resistência ao medicamento

Não detectado: ausência do patógeno e sem resistência ao medicamento

Nota: Um resultado negativo não exclui infecção por Mycobacterium tuberculosis, uma vez que o resultado depende de uma coleta adequada, ausência de inibidores da reação e DNA suficiente para ser detectado pela metodologia utilizada. Resultados inconclusivos indicam que não houve amplificação do controle interno, ficando a critério clínico a realização de nova coleta para repetição do teste. A sensibilidade do ensaio é de 90.9% para pacientes com bacterioscópico negativo e cultura positiva e de 100% para amostras com bacterioscópico e cultura positiva. A especificidade é de 98.3%. A sensibilidade para detecção de resistência a Rifampicina é de 96.7% e a especificidade é de 98.6%.

Restrições-

Documentos para download

Documento

Código


Não encontrou o que precisava?
Fale com nossa equipe e veja como podemos te ajudar


Parceria e Orçamentos

Converse com nossa equipe comercial para condições especiais e parcerias.


Dúvidas e Assessoria

Entre em contato com os nossos profissionais para maiores informações sobre os exames e procedimentos da Sollutio


Garantia de qualidade


Certificado de Acreditação PALC


Certificado de Proficiência em Ensaios Laboratoriais CONTROLLAB


Ensaio de Proficiência - Certificado de Participação


Termo de Responsabilidade Técnica CRBio


Certificador de Regularidade de Inscrição de Pessoa Jurídica CREMESP