Ver Todos os exames

Sollutio: GAMAI

GAMA-INTERFERON (IGRA, Tuberculose)


Sinônimos

Interferon GAMA, Quantiferon TB Gold, Quantiferon Tuberculose,, IGRA (Interferon Gama Release Assay), Interferon TB

Especialidades

Infectologia


Sobre o exame

O Gama-Interferon ou IGRA é baseado na detecção de interferon gama liberado por células T quando expostas ao Mycobacterium tuberculosis.

O teste é recomendado no diagnóstico da tuberculose latente como alternativa ao exame PPD (Purified Protein Derivative ou também conhecido como teste tuberculínico ou reação de Mantoux). O interferon Gama atualmente é o teste de primeira escolha em pacientes vacinados com BCG e que podem apresentar reação falso positivo ao PPD.

Assim como o PPD, o Quantiferon não faz diagnóstico de infecção por micobactéria, mas indica exposição ao agente. Tem maior sensibilidade e especificidade que o PPD.

Doenças Relacionadas

Tuberculose

Produção

Material

Plasma

Meio(s) de Coleta

Tubo de Nil (tampa cinza), Tubo Mitogen (tampa roxa), Tubo TB1 (tampa verde) e Tubo TB2 (tampa amarela)

Temperatura

Refrigerada (2 a 8 ºC)

Volume Mínimo

1 mL

Método

Quimioluminescência

Estabilidade da Amostra

Ambiente-

Freezer-

Refrigerada7 dias

Prazo de Resultado*

06 dias úteis

*O prazo tem início a partir do momento que o material chega em nossa área técnica

Realização

Segunda a sexta-feira


Instruções

Preparo

Este exame não necessita de jejum.

Coleta

Importante: Solicitar com antecedência o kit específico para coleta, composto por quatro tubos: Tubo de Nil (tampa cinza), Tubo Mitogen (tampa roxa), Tubo TB1 (tampa verde) e Tubo TB2 (tampa amarela)

1. Coletar precisamente 1 mL de sangue em cada tubo. O centro da marca preta na parte lateral do rótulo do tubo indica 1 ml. Em decorrência do baixo volume, o vácuo empregado no tubo também é menor, o que resulta em uma coleta mais lenta. É importante manter o tubo na agulha durante 2 a 3 segundos após o tubo aparentar estar cheio, isso irá garantir que o volume colhido foi o correto.

Importante: Preenchimento do volume: Volume de sangue deve estar entre 0,8 mL e 1,2 mL, indicada pela tarja preta.

2. Agitar os tubos firmemente por 10 vezes de cima para baixo (não homogeneizar por inversão) de modo que toda superfície interna fique revestida de sangue. Este procedimento dissolverá os antígenos da parede do tubo. As amostras não devem ser centrifugadas.

Importante: Formação de espuma é esperada. Homogeneização vigorosa demais pode produzir resultados anormais.

3. Após a coleta os tubos devem permanecer em temperatura ambiente 22 +/- 5° C (não congelar ou refrigerar a amostra);

4. No setor técnico, os tubos devem, logo que possível, não ultrapassar duas horas, serem transferidos para uma incubadora (estufa) à 37 +/- 1° C após, no máximo, 16 a 24 horas após a coleta. Não utilizar termobloco ou banho maria;

5. Logo após retirar da estufa, realizar nova homogeneização dessa vez por inversão por 10 vezes;

6. Centrifugar as amostras por 12 minutos em 3.200 RPM, encaminhar nos tubos primários refrigerados (2 a 8ºC). Refrigerar e enviar os 4 tubos identificados e juntos na mesma BAG. Se possível agrupadas (ex. com elástico) para garantir a entrega simultânea dos 4 tubos na triagem e respectivamente no setor.

Observação:

- Os tubos devem ser armazenados entre 4°C à 25° C. A temperatura ambiente deve ser controlada.
- Em locais onde a temperatura não pode ser controlada e/ou temperatura acima de 25°C, os tubos devem ser mantidos em refrigerador e retirados com antecedência de 30 minutos para estabilizar a temperatura antes da sua utilização.
- No momento da coleta os tubos devem estar em uma temperatura ótima entre 17° e 25° C.
- É contraindicado a coleta com escalpe. Se for necessário a utilização desse tipo de material é obrigatório o uso de tubo de descarte. Isso permitirá o preenchimento de toda a cânula do escalpe e garantirá que o volume correto (1 ml) seja colhido.

Transporte e Armazenamento

Armazenar e transportar o material refrigerada (2 a 8 ºC).

Estabilidade

Refrigerada (2 a 8 ºC) até 7 dias após a coleta.

Rejeição

Amostras recebidas diferente das condições solicitadas (tubo incorreto, volume de amostra impróprio, fora da estabilidade e/ou temperatura incorreta), armazenamento e/ou transporte em condições inadequadas e identificação inadequada ou incorreta.

Informações Adicionais-

Interpretação do Exame

Negativo: Infecção por M. tuberculosis improvável

Positivo: Infecção por M. tuberculosis provável

Indeterminado: Não é possível determinar a probabilidade de infecção por M. tuberculosis

Restrições-

Documentos para download

Documento

Código


Não encontrou o que precisava?
Fale com nossa equipe e veja como podemos te ajudar


Parceria e Orçamentos

Converse com nossa equipe comercial para condições especiais e parcerias.


Dúvidas e Assessoria

Entre em contato com os nossos profissionais para maiores informações sobre os exames e procedimentos da Sollutio


Garantia de qualidade


Certificado de Acreditação PALC


Certificado de Proficiência em Ensaios Laboratoriais CONTROLLAB


Ensaio de Proficiência - Certificado de Participação


Termo de Responsabilidade Técnica CRBio


Certificador de Regularidade de Inscrição de Pessoa Jurídica CREMESP